Vivências transformadoras – 10 anos Jex

Vivências transformadoras – 10 anos Jex

Veja aqui alguns relatos da nossa galera!



O Jovem representa um marco na minha vida, sem dúvida um dos mais importantes projetos que tive orgulho de contribuir para o seu nascimento , crescimento e consolidação. Do desafio a celebração do seu sucesso. Através deste programa pude contribuir enquanto agente social atuante contribuir pro crescimento e transformação profissional de tanto jovens na comunidade de Ceilândia e Sobradinho. 10 aniversários de J.Exp muito orgulhoso e feliz de tê-lo entregue em boas mãos.
Iran



Entrei no jovem no começo desse ano com o intuito de apenas participar do pré vestibular só que o jovem foi entrando na minha vida de uma maneira bem grande, se tornando minha segunda casa, onde eu tive experiências maravilhosas, experiências com pessoas, que caramba, um exemplo foi o encontro de jovens negras feministas que eu pude estar representando o Jovem de Expressão em São Paulo e eu vejo o jovem crescendo, ganhando mais espaço, ajudando mais pessoas e ajudando a dar esse acolhimento.
Raquel



O jovem é um espaço muito importante pra mim porque nele pude vivenciar trocas riquíssimas, troca de saberes, troca de afetos, troca de experiências. Fui instrutora de fotografia e conheci pessoas que hoje são meus amigos e companheiros de trabalho. Aprendi a ser mais generosa e a escutar com mais respeito o outro. Lidar com a juventude e suas demandas, dificuldades dentro de um cenário da periferia, conhecer os sonhos e acompanhar a realização de muitos deles me faz hoje uma Tatiana muito melhor do que a que entrou ali em 2013.
Tatiana e Helena Reis



Tudo começou em 2012 no ensino médio, vários amigos me falavam sobre o Jovem de Expressão, eu já era fã mesmo antes de conhecer. Em 2013, fui ao festival Elemento em Movimento, e me apaixonei por tudo, do som aos artistas do palco até o público, e queria saber um pouco mais sobre tudo isso. Meses após o festival, desci até a praça do Cidadão e descobri que o Jovem de Expressão era um dos pilares do festival. Me apaixonei mais ainda com a recepção mais incrível e acolhedora que já tive, quis fazer parte disso de alguma forma. Me tornei voluntário de todas as atividades do Jovem de Expressão. Aqui no Jovem de Expressão vivi muitos momentos lindos, incríveis e intensos na minha vida. Devo grande parte da minha carreira a esse lugar e a essas pessoas. Vida longa ao Jovem de Expressão!
Mc Nenzin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *